18 outubro 2007

BIOCOMBUSTÍVEL, O FUTURO AGORA

O Brasil pode alcançar um alto grau de desnvolvimento num futuro próximo no que se relaciona à produção de biocombustível. O que eu percebo desde o início de 2007 é um noticiário internacional voltado para esta área de suma importância para a economia mundial. O preço do barril de petrólio chegou à 80 dólares em New York nesta semana. O futuro revela-se catastrófico para quem continuar a depender destas importações.
O Brasil é produtor de etanol (alcool tirado da cana de açúcar) desde 1975 e grande parte da frota de carros nacionais usam biocombustível. A UE tem grande interesse em desenvolver sua cota de etanol e biodiesel coforme modelo brasileiro.
No Brasil, em 14 de Novembro de 1975 o decreto n° 76.593O criou o Pró-Álcool. Este programa foi idealizado pelo físico José Walter Bautista Vidal e pelo engenheiro Urbano Ernesto Stumpf, este último ficou conhecido como o pai do motor a alccol, entre outros.
A necessidade mundial em relação à substituir o consumo de petróleo pelo consumo de biocombustível não é só econômica, torna-se urgente esta necessidade devido ao aquecimento do planeta, causado pelos gases que estão danificando a camada de ozônio.
Só tenho que parabenizar esta inovação que em breve será ampliada para os quatro cantos do mundo, sem menosprezar ou esquecer de dizer que, de algus anos para cá, muitos outros países estão investindo no biocombustível com diversidade de produtos.
Por Alda Inacio

5 comentários:

antonio disse...

Tudo o que nos liberte do petróleo e seja amigo do ambiente é bem vindo. Mas, ao contrário de alguns países, como os EUA, a Europa está refém da sua carga fiscal sobre as gasolinas e diesel (62% em Portugal contra os 8% nos EUA).

Nunca os governos europeus aceitaram outra alternativa que não possa ser taxada da mesma forma. Seria o colapso das contas públicas.

Não existe aqui nenhuma dificuldade tecnológica a vencer…

ruy disse...

Parabéns pelo Blog. Irei aparecer por cá mais vezes.
ruy

Feliciano J.R. Cangüe disse...

Estou aqui para retribuir sua visita. Passei nos seus três blogs, que por sinal são super-legais. Ganhou um admirador e um visitante permanente. Não sei se serei mais visitante, talvez "morador". Em relação ao biocombustível, hoje mesmo o presidente Lula esteve em Angola, meus país, para vender a idéia para Angola. Sucessos. Feliciano Cangue

David Alves disse...

É o futuro... e quanto mais cedo nos consciencializarmos disso mais risonho será o futuro...

SILÊNCIO CULPADO disse...

As energias alternativas são um passo decisivo na independência de países que não possuem petróleo. Por outro lado o ambiente tem que ser respeitado son pena de uma insustentabilidade no curto/médio prazo.

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.