31 dezembro 2007

Adeus ano velho, Feliz Ano Novo

Amigos chegamos ao fim do ano de 2007...um ano conturbado, um ano angustiante, tenso, violento, onde tudo aconteceu em grandes escalas: furacões, tufões, inundações, mortes em grande quantidade...mas nós passamos, isto é, estamos quase a dar o pulinho final...faltam algumas horas e....iupiiiiiiii ! Será um novo ano !

Muitas pessoas passaram neste blog desde 14 de junho e o primeiro contador de visitas mostra 4.834 pessoas até este momento, as quais eu agradeço as visitas, as palavras deixadas e agradeço mesmo as disputas e discordâncias, pois é com elas que a gente aprende e cresce.

Eu, da minha parte fecho este ano com uma satisfação enorme: o ano foi bom para mim e não só por isto, digamos que a razão principal é que eu fecho o ano sem mágoas no meu peito, sem nutrir nenhuma angústia e olha que razões para tal eu tenho, a começar pela família (vida privada não se explica) mas, a começar por lá, eu teria motivos para chorar o resto do ano. E não o farei, pq eu sei ser feliz apesar de...
Quanto ao amor, passei 2007 brincando de ter um amor e no fundo nem encontro mais sentimento em mim...ele voou (me desculpe a pessoa em questão) não deixou saudades mas deixou amizade, e isto é o melhor que pode haver entre duas pessoas. A distância é cruel para o amor, enfim...é a vida !
Assim, finalizo o ano com impressão de haver cumprido o meu papel e sinto-me livre, leve e solta. Obrigada a todos, Feliz Ano Novo cheio de amor, saúde, paz e harmonia para todas as famílias. Beijinho doce e até o ano que vem.
Por Alda Inacio
Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.