26 janeiro 2008

Um mundo melhor é possível

Esta é a continuação do post colocado lá no SOS Miséria hoje, dia 26 de janeiro, dia das ações conjuntas do Forum Social Mundial. Tem tantas pessoas engajadas nesta luta. Tantas pessoas que desejariam ver o fim da miséria e das injustiças sociais no mundo. Graças a Deus ! Em todas as cidades hoje estão acontecendo passeatas, bicicletadas, palestras, debates, reuniões, encontros, enfim, o mundo age para que possamos sonhar com um mundo melhor.
Ceio que falei com raiva lá no SOS Miséria hoje e a minha raiva é mal vista pelos cegos de espírito, os tais que eu chamo de "pobres". Seriam quem estes pobres? Por acaso os pobres são aqueles que não tem um prato de comida, uma roupa para vestir e andam de trapos pelo mundo? Por acaso os pobres são aqueles que não tem mais forças para buscar (nem digo encontrar) digo buscar, procurar um emprego? Por acaso pobres são aqueles, cujos filhos fizeram da rua seu berço, fizeram das estrelas seu cobertor? Não ! Estes todos são os miseráveis. Miserável não é alguém que não divide o quem tem. Esta é uma da partes dicotômicas desta palavra. Nós brigamos pela outra versão: miserável é aquele que vive em situação de miséria. Pobres são aqueles que não sabem estender a mão para ajudar e nem compreendem que antes deles no mundo tem os miseráveis. Esta palavra dicotômica explica claramente por quem o SOS Miséria luta. Os ricos? Estes não fazem parte do meu discurso. Os pobres sempre existirão no mundo e lutar contra a pobreza é falar demagogicamente, é sonho dos anos dourados que as condições agravantes do planeta na atualidade nunca permitirão relizar. Os pobres sabem lutar; os pobres têm fôlego para continuar de pé. Vamos à luta pelos miseráveis, ajudando aos pobres sim, para que eles não venham engrossar fileiras e tornar mais grave a situação de miséria do mundo.
Amigos, um mundo melhor é possível, creia nisto e dedique um pouquinho do seu tempo na ajuda humanitária. Vamos construir juntos este mundo melhor.
Por Alda Inacio
Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.