26 maio 2008

Escola de educação para marido agressor

A notícia do ano eu li hoje na Agência Estado sobre a criação de centros de educação para marido agressor. Enfim, eu sabia que este problema era pura falta de educação. Bateu vai ter que voltar para a escola viu meu filho? Aliás, mais interessante que isto seria criar um centro de tratamento para mulher de bandido, pois o Brasil está cheio delas. Quem não sabe o que é mulher de bandido? Todo mundo sabe ! É aquela que apanha calada.
Vejam os senhores que numa das minhas estadias no Brasil, não faz muito tempo, fiquei no apartamento de uma amiga e por infelicidade da vida o casal vizinho de porta brigava seguidamente e numa destas brigas ocorridas à noite, a coisa foi tão grave que minha amiga acabou por chamar a polícia. Esta veio na porta do prédio só para cumprir jornada e disse-nos que não podia interferir na briga porque só o faria se a esposa fosse a denunciante. Nós ficamos de boca aberta e de orelha em pé. Depois de quebra daqui e grita dali o barulho cessou e pudemos dormir.
Na manhã seguinte o casal saiu abraçado do apartamente, ela com o olho inchado em direção ao carro para ir trabalhar. Pode? E o velho ditado? Em briga de marido e mulher não se mete a colher.
Agora com a ajuda do governo, criando estes centros de educação para marido, vamos ver se as senhoras agredidas ganham coragem para botá-los lá, e para tanto tem que denunciar, viu minha filha? Nada disto de ficar passando a mão na cabecinha do marmanjo que bate em você ! Denuncia ele e se você mesmo assim o ama, acompanhe-o à escola de reeducação. Ao menos lá ele deve aprender a respeitar você.
Por Alda Inacio


Seus comentários são bem vindos.


Você já pensou em telefonar de graça para qualquer parte do mundo?
Pois, eu, Alda Inacio, afirmo que isto é possível.
Ligações PC para telefone fixo
Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.