14 junho 2008

Na Itália, mulher é libertada depois de 18 anos presa pela própria família

Gente, olha o mundo louco em que vivemos nos dando mais um ângulo absurdamente caótico, imaginam vocês, uma mulher foi mantida em cárcere privado durante 18 anos, pela própria mãe e irmãos, por ter engravidado sem ser casada, isto é, sendo mãe solteira. Isto aconteceu na Itália perto de Nápolis e a polícia chegou no local na sexta feira 13/06 devido a um telefonema anônimo. Esta mulher tem 47 anos e o filho que nasceu daquela gravidez tem hoje 17 anos e foi criado normalmente pela família, enquanto a mulher foi mantida cativa por castigo. O que mais espanta é que outras pessoas da mesma família participaram desta violência, como foi o caso do irmão dela, da irmã e do próprio filho que estudou normalmente numa escola da região.
Mas será possível que a humanidade perdeu o senso do crime, da responsabilidade, do amor em família, do amor para com o resto da humanidade? Se UM louco faz uma loucura destas até podemos entender, mas que um grupo de gente cometa o crime juntas eu não entendo.
Certas vezes, analisando a história da humanidade, notei que muitos episódios de loucura são aplaudidos e bem vistos. Parece que há um mecanismo falho na personalidade humana em geral. Em se tratando de conformismo, este então é generalizado. Isto em pequena e grande escala. Ninguém mais se interessa em abrir a boca para nada. Aliás, só reclamamos da agressão se ela for praticada contra nós. No resto, poucos têm coragem de dar, pelo menos um telefonema anônimo, para resolver seja lá o que for. Começamos por nos acostumarmos com as coisas malfeitas e já nem nos incomodamos com elas.
Gente ! Vamos ligar nossas antenas para ver e ouvir o que se passa em torno de nós, antes que sejamos tragados pelos nosso descaso e perdamos o senso de amor ao próximo definitivamente.

Por Alda Inacio
Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.