08 dezembro 2008

Começa o julgamento da mãe que matou os cinco filhos

Começou aqui na Bélgica o julgamento de Lhermitte Geneviève de 42 que matou seus cinco filhos no ano passado. As crianças tinham entre 3 e 14 anos e foram todos estrangulados dentro de casa. Logo depois de matar as crianças a mãe tentou se suicidar.
Hoje ela está no banco dos réus e lá se tenta entender por que uma mãe chega a um fato tão horrível matando seus próprios filhos.
Segundo análises psiquiátricas da situação familial chegou-se à conclusão de que a mulher vivia num total desespero de causa, anulada, como uma máquina parideira e sua vontade e seus anseios não eram levandos em conta dentro de casa. Em resumo: ela foi recebida como esposa do Marroquino Bouchaïb Moqadem que por sua vez veio do Marrocos aos 16 anos de idade para viver na Bélgica com seu benfeitor o médico Dr. Shaar. O casal vivia na casa deste médico. Depois vieram os cinco filhos.
A mulher acusa o marido de homossexualidade mas só ao longo deste julgamento talvez possamos saber os detalhes desta conjuntura macabra. Realmente um caso muito complicado de entender.


Por Alda Inacio

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.