29 janeiro 2009

O caso Battisti, a velha briga entre direita e esquerda

Nesta análise, me perdoem os idealistas de esquerda que ficarão ofendidos com as minhas palavras, enfim saibam que eu sou de centro esquerda e ouso falar contra um ato praticado no Brasil, baseado nas leis de asilo e proteção política a quem vier pedir asilo, independente do país de origem, por justas razões.

Não quero aqui atacar o Presidente Lula, muito pelo contrário, eu simpatizo bastante com ele, mas, ninguém é perfeito e certas ideologias fora de época, levam pessoas a defenderem e praticarem atos contestáveis. A defesa do homem de esquerda Battisti não é uma defesa e proteção ao homem Battisti e sim uma velha briga entre direita e esquerda, uma briga ideológica.

O que tem importância neste ato é que a Itália de direita, representada pela figura do senhor Berlusconi, quer julgar o seu cidadão Battisti com mão de ferro e que o Brasil, representado pela figura do Presidente Lula, de centro esquerda, não quer perder esta batalha. O caso se resume nisto. Não pensem os senhores que neste ato tem uma certa peninha se o cidadão italiano Battisti, no caso de ser entregue à Itália, possa ser condenado à prisão perpétua por ter assassinado 4 pessoas, não !

Mas, para nós brasileiros, o que devíamos ver neste ato é que nós já temos problemas demais dentro do nosso país com nossos próprios cidadãos e que devíamos deixar a Itália resolver os problemas dela com os cidadãos dela.

Por Alda Inacio

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.