27 junho 2009

Equilíbrio e felicidade

Percebe-se que a busca da felicidade anda cada vez mais acirrada e a tal felicidade anda fugindo a quatro pernas. Talvez seja porque as pessoas buscam a felicidade fantasiada de felicidade e no entanto ela tem outra aparência,por isto não a vimos. Se buscássemos o equilíbrio, quem sabe não encontraríamos algo mais? As pessoas não estão em geral equilibradas, mas querem que alguém as faça feliz. Como fazer um desiquilibrado feliz, ou como ser feliz com uma pessoa desiquilibrada? Impossível. Equilíbrio é felicidade quando tudo está na medida, mesmo quando pólos opostos estão presentes. Se fazemos tudo de maneira que tudo ao redor respire paz, no final do caminho vamos ter uma boa surpresa. Pólos opostos a que me refiro, são as diferenças que temos entre nós seres humanos e saber aceitar as diferenças, leva ao equilíbrio e vice-versa. O problema é que só miramos nosso próprio umbigo e na verdade é impossível ser feliz assim.

Foçar a barra das situações adversas para tentar ajustar as coisas é trilhar o caminho inverso. Uma pena que precisamos chegar à uma idade avançada para perceber isto. Encontrar a felicidade é saber dizer não à algumas situações imprecisas, é olhar o outro com amor, é viver na paz e propiciar a paz para quem de nós se aproxima. A fórmula disto engloba um único resultado, onde a ordem dos fatores não altera o produto: paz é igual a equilíbrio que é igual a felicidade.


Por Alda Inacio

Lute contra a pedofilia!


Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.