26 novembro 2009

Bovespa: especulador bem sucedido

Eu gosto de falar destas experiências porque sou novata na Bovespa, aplico desde dezembro/2008 e como sou do contra em quase tudo que faço na vida, sou do contra nos investimentos na Bolsa também. E se você é novo investidor vou te dizer uma coisa: duvide de quase tudo que rola na Internet sobre previsões de aplicações no mercado de ações. Firme-se num estudo começado por você. Por exemplo: pegue a tabela do Yahoo e monte sua carteira fictícia de ações. Coloque nela uns 50 papéis. Ninguém me ensinou isto, fiz por mim mesma. Usei um certo faro natural. Fui olhando os papéis girarem na Bovespa e fui copiando. Também entrei em site que mostravam listas de ações e fui copiando. Ao entrar na Bovespa, decididamente como especuladora, entrei para comprar nas baixas e vender nas altas. Fixei uma porcentagem limite para cada venda 8% e mesmo que no dia seguinte ela pudesse alcançar uma porcentagem maior, eu vendia mesmo, contando sempre com a minha meta de 8%. O bom plano para não pagar imposto é não fazer Daytrade (comprar e vender no mesmo dia). Eu compro e vendo com prazo de máximo  15 a 20 dias. Quando as ações alcançam o índice de 8% em D3 ou D4  eu pulo de alegria. Quando o pacote de ações passa de um mês e não alcança o índice, eu espero o melhor momento em que ela esteja perto do preço que paguei e vendo sem lucro, mas também sem prejuízo. Para que segurar um papel longo tempo, se outro papel pode me dar lucro em menos tempo? Para um especulador, um mês com um pacote de ações é muito tempo.
E outro dia aconteceu a prova dos nove para mim que sou novanta no negócio. O governo taxou em 2% o capital estrangeiro e com isto os estrangeiros começaram a vender suas ações que despencaram de um índice Bovespa de 66 mil pontos para 62 mil pontos. Eu estava comprada com alguns mil reais e fiquei com medo. Fui ler sobre o assunto e os corretores online diziam "a Bovespa deve cair para 58 mil pontos e pode até chegar em 48 mil pontos". Eu tremi na base. Ia perder um dinheirão se isto acontecesse. Tive que decidir se acreeditava nos prognósticos e vendia com prejuízo enorme, ou, se segurava os papéis, para ver no que ia dar. Tomei a decisão de segurar os papéis.  Passei o mês de novembro sem ganhar lucro e vejam lá, estamos em 26 de  novembro 2009 e  a Bovespa fechou ontem com mais de 67 mil pontos, contrariando os especialitas do assunto. E eu aqui rindo sozinha. Maravilhosa tacada!

Conclusão: para ser um especulador tem que saber, antes de tudo, confiar no seu próprio taco.


Alda Inacio

Minha luta contra a pedofilia!

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.