07 fevereiro 2010

Chegando ao Brasil, ganhos e perdas

Refletindo a vida, minha e dos outros. Pois é! Se eu fosse fazer o que tenho vontade no momento, pararia de escrever em blogs. No entanto continuo a ter entre 50 a 100 visitas por dia e isto me chama à realidade. São pessoas que por "x" razão vêm buscar algo, seja informação, divertimento, ou ver as tecnologias empregadas no blog. E com isto me forçam a continuar. Mas admito que continuo sem vontade. Quero mais é me dedicar a observar os pássaros, ver a natureza, onde estarei morando em breve. E olhem lá que vou morar num paraiso. No meio da Serra do Itapeti. Pois é um lugar lindo! Depois de 12 anos nesta selva de pedras da Europa, eu mereço.

Hoje estive vendo documentários e se pudesse passaria meu tempo só vendo documentários. Não os brasileiros, pois nos documentários brasileiros vemos somente as luzes do que o dinheiro pode comprar. E nos documentários Europeus vemos o lado humano e desumano da vida de todos os cafundós do planeta. É disto que eu gosto. Fico perdida em contemplação, tentando entender como os povos da Mongólia vivem nas cabanas em meio dos campos, outros povos na Àfrica procurando mel nas árvores, outros ainda na China sendo escravos da selvagem produção industrial. Enquanto nós temos um computador na mão, várias televisões na casa, muita comida na mesa e somos escravos de tudo isto.

Deito um olho também no documentário que mostra a vida bígama de homens em certos países muçulmanos. Antes eu pensava "coitadas das mulheres", tendo que aceitar a segunda, terceira e quarta esposa do marido vivendo na mesma casa. Hoje eu penso diferentemente. Vejo a felicidade destas mulheres ao ver entrar na casa a segunda, terceira e quarta esposa. Assim o "difícil trabalho" de ter que fazer sexo com aquela coisa chamado marido distribui-se equitativamente. Ufa!

Pois é ! Vou ter que descobrir um satélite ao chegar no Brasil, para ver os documentários da Europa, uma das poucas perdas que me marcariam no regresso à terra natal. Os ganhos são os carinhos que me esperam. Huuuumm !
Alda Inacio
Minha luta contra a pedofilia!

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.