01 janeiro 2012

Trabalhar na Bélgica

Quero abrir este ano de 2012 desejando muita paz a todos em nome do Senhor Jesus Cristo. Que todos alcancem as bênçãos maravilhosas das mãos do Senhor Deus.

Necessito falar sobre a vida na Bélgica devido ao número crescente de emails que tenho recebido desde que coloquei no ar minha história sobre os 12 anos que vivi na Bélgica. Cada vez mais pessoas me escrevem tendo em minha história a inspiração para alcançar seus sonhos. E aqui quero revelar o meu sonho desde o dia 10 de outubro de 1997 quando parti do Brasil para a Bélgica. O meu sonho nunca mudou e eu realizei meu sonho no dia 25 de março de 2010 quando retornei ao meu país. Este era meu sonho. Subir na vida no meu país.

Durante 12 anos e 5 meses eu segurei uma lágrima na garganta, lágrima de desespero, por não ter encontrado as condições necessárias para ter a vida que eu sonhei para mim no meu país. Tive que ir longe e sofrer muito para chegar a realizar meu sonho de viver bem no meu Brasil..

Muitas pessoas sonham com uma vida na Europa e eu até aplaudo, sonho é sonho, tente, lute, vá. Tem gente que não quer voltar nunca mais, como minha filha Fernanda que optou pela cidadania européia e lá pretende viver para sempre. Eu não. Meu sonho era nunca ter ido, e hoje eu estou realizada aqui no meu Brasil. Até arrumei trabalho aqui no meu país neste retorno e me sinto feliz por isto.

Aqueles que querem ir para a Bélgica e me escrevem eu digo a verdade: ali não tem carteira assinada, ali não tem emprego de escritório, ali não tem carreira laboral. Ali é faxina para mulheres e construção para homens. Muitos não acreditam no que eu falo e muitos acham duras as minhas palavras. Assim sendo vá e enfrente a realidade. Logo ao chegar lá você vai se deparar com uma realidade tão dura que as minhas palavras já não valerão nada. Desistir? Jamais! Fique e faça seu papel. É trabalhando duro que a gente aprende a valorizar o que recebe e ainda aconselho mais: busque Deus na Bélgica, busque forte. Ele vai te ajudar a ter calma e persistência. Foi assim comigo. Será assim com você. Mas busque com sinceridade, você vai precisar muito do pai naquele  país.

Boa sorte a todos.
Por Alda Inacio

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.