24 setembro 2012

Um termômetro para medir apostasia

Eu tenho observado um fenômeno muito singular e o leitor irmão poderá fazer o mesmo para ver se eu estou enganada. Eu não estou vendo mais os idosos nas igrejas. Isto pode ter algumas respostas, entre elas,  pode ser um indício de apostasia. Observe e o que se passa: há um avivamento de jovens, coisa positiva sob o ponto de vista lógico de que a juventude tem buscado Jesus e tem encontrado. Há um corpo massivo de pessoas de meia idade, abaixo de 50 anos, mas onde andam os idosos, aqueles com mais de 60 anos?
Estudos antropológicos têm provado que o brasileiro está vivendo até depois dos noventa anos, e um último estudo recente mostrou uma população de mais de 450 mil idosos no Brasil. Considerando que antigamente só velhos frequentavam as igrejas, o fenômeno mudou, e isto é preocupante sob outro ponto de vista. O que vemos pela TV são grandes concentrações de pessoas sedentas pela Palavra de Deus. Isto tem ocorrido de norte a sul do Brasil. No meio desta multidão estão pouquíssimos idosos. A grande maioria são jovens e meia idade. Por que?

Aí a constatação da apostasia fica muito fácil de ser entendida; veja bem: apostasia é o esfriamento do ser humano em relação às coisas de Deus. Explicando o que são as coisas de Deus, são: a fé absoluta em Deus e nas promessas de Jesus Cristo sobre sua volta e sobre o mundo que Ele foi preparar para os salvos, é crer que veremos nosso Salvador face a face, é aguardar a sua volta.  Precisa explicar, pois o que a massa  busca hoje são curas, prosperidade e música, que no mundo evangélico chama-se louvor. Muito bom louvar, mas e estes que buscam curas, quantos deles, após receberem  a cura, se interessam pelas promessas de Jesus e aguardam sua volta? A grande maioria quer cura e prosperidade. Recebem a cura, melhoram de vida e viram as costas para Deus. Isto é um fenômeno ligado à apostasia. Isto não é buscar a Deus. Isto é buscar seus próprios interesses.

Veja  Mateus 7 - 21 a 23 - Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.  Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres?  Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

Medite sobre este versículo: Jesus em sua passagem pela terra curou e deu ordem a seus discípulos para continuarem a fazer curas, e nos dias de hoje... curas em massa podem acontecer, no entanto o resultado destas curas levam realmente as pessoas a Deus? Por que em Mateus está falando de curas, tirar demônios, milagres e Deus dirá "não vos conheço?" São pouquíssimos os que continuam na fé e chegam à salvação. Aqui não tem contradição: Jesus cura ainda hoje com certeza. E o que isto tem a ver com idosos e apostasia? Veja só, o jovem se converte, segue um tempo a doutrina e se afasta. Meia idade a mesma coisa e assim cada vez menos idosos se vê nas igrejas. Isto é apostasia. Muitos buscam curas e prosperidade, e depois nunca mais se lembram de Deus.

O desaparecimento dos idosos das igrejas pode ser um termômetro para medirmos o quanto a apostasia está cada vez mais manifesta entre os crentes. Isto é muito grave.

Esta minha afirmação não é fruto de um estudo mas sim de uma constatação que você pode concordar ou discordar, passe a observar. Desejo muita paz a você visitante. VEM PRA JESUS!

Que Deus abençoe.

Por Alda Inácio

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.