23 fevereiro 2013

Seja firme na fé - Romanos 14

Uma das coisas que eu aprendi do Pai é que devemos ser firmes naquilo que cremos e as vezes esta firmeza balança diante da diversidade de opiniões próprias, que não são vindas de Deus, e palavras de quem prega a Palavra de Deus, ou de doutrinas das mais variadas com as quais somos bombardeados de todas as formas, seja via mídia, TV, rádio, até nas ruas com carros de som, mesmo pregações dentro das igrejas. 

Ouvimos seguidamente pregações contrárias ao que acreditamos. A diversidade da Palavra tornou-se perigosa em relação à fé e tem gerado medo nas mentes de irmãos imaturos na fé. Estes irmãos ficam confusos quando afirmamos qualquer coisas que ele nunca ouviu, mesmo se o que afirmamos esteja na Bíblia há os que dividam e tem medo. Assuntos temidos e evitados por irmãos imaturos, por exemplo, predestinação, livre arbítrio, espírito e alma, chegamos quase sempre no campo da opinião, ou do silêncio. 

As doutrinas de hoje estão baseadas em estudiosos da Bíblia do passado. Praticamente a fé de hoje está agregada às escritas de pregadores e estudiosos do passado, como Calvino que organizou a igreja na Suíça. Essas igrejas calvinistas deram origem ao Presbiterianos que conhecemos hoje e também à outras correntes como Assembléia de Deus e Igreja Quadrangular. Já os Batistas no mundo têm histórias diversas, foram grupos que nasceram de dissidentes ingleses que fundaram a primeira igreja na Holanda, seja de outros grupos que fundaram a mesma igreja na França, ainda outros provenientes do sul dos Estados Unidos.

Esta origens das igrejas que hoje conhecemos têm a ver com aquilo que você crê hoje. Uma igreja prega livre arbítrio, onde é o homem que aceita o convite para vir servir a Deus, outra prega a predestinação, onde o homem não tem escolha, ele é escolhido por Deus e vai servir a Deus quer queira quer não queira. Seja numa que batiza com imersão, outra com aspersão. Seja outra que fala línguas, e as que não falam línguas estranhas. Diante de tanta diversidade como fica a fé propriamente dita? O que realmente importa seguir?

Para entender o que importa para Deus é necessário ler Romanos 14 e entender, vejamos o versículo 1 o que diz: Ora, quanto ao que está enfermo na fé, recebei-o, não em contendas sobre dúvidas.


Ali Deus fala do que está fraco na fé (ou novo na fé) aqui fala sobre dúvidas, exatamente o que acontece com muitos crentes hoje, dúvidas sobre a enxurrada de diversidade que muitas vezes caem em corações desavisados e provocam esfriamento e, por não entenderem, se afastam. 

Nos versículos seguintes Deus diz que uns comem carne, outros legumes, uns fazem diferença entre dia e dia e outro diz que todos os dias são iguais.  Aplicando estas palavras de diferenças sobre dias e dias hoje, uns acham que sábado é sagrado para Deus, outros acham que é o domingo, e outros acham que são todos os dias. Já no que se refere a comer carne e comer legumes, aplicando isso nos dias de hoje, uns se abstém de carne de porco, tem religião que proíbe, outros nem comem carne, só legumes. Olhe o que o versículo 6 diz: Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus.

Para entender Romanos 14 é necessário ler e reler o capítulo inteiro e concluir que tudo que fazemos seja comer, seja crer nesta ou naquela doutrina, seja por amor a Deus, cada um crê dentro  dos ensinamentos da doutrina que lhe é pregada e siga tudo na paz por amor a Deus. Veja o versículo 17: 

Agora leia com atenção o versículo 23 que é o tópico que reforça tudo o que diz de maravilhoso neste capítulo e fala da importância de termos fé naquilo que fazemos e cremos em relação a Deus. Dúvidas aqui se refere à falta de fé, quem tem dúvida não tem fé. É preciso ser firme na fé, veja: 
Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado.

Alguns pastores pregam palavras terríveis que assustam o crente como "tem pastor pregando outro evangelho, abra os olhos, não acredite...", eu ouvi um pastor dizendo certa vez "tem igreja em cada esquina, o que pregam não queira saber", está lógico que o crente vivo, aquele que realmente está nas mãos de Deus, firme na fé, sabe que estas pregações são para assustar você, afim de que você não saia da sua igreja para frequentar aquela ali da esquina. E se você for naquela ali da esquina vai ouvir as mesmas palavras. 

Irmão, se você está numa igreja que respeita você como ser humano e irmão na fé, que prega a salvação em Jesus Cristo e aguarda a volta de Cristo, não há porque temer, nem porque sair da sua igreja. E se você  é novo na fé e foi convertido na igrejinha ali da esquina siga com ela forte na fé meu irmão.  Não se deixe esfriar por diversidades doutrinais. Elas tem base no passado e nós vivemos o presente que se resume em aguardar a volta de Jesus. Não estou desfazendo dos organizadores da igreja no passado, que nos deram clareza para compreender as doutrinas, mas estou dizendo, se não disse digo agora, é que foi necessária a diversidade para que a Palavra de Deus seja pregada ampla e irrestrita, fazendo i IDE, preparando a volta de Jesus. Fique onde você é feliz e respeitado e pode crescer espiritualmente.  Seja firme naquilo que você crê, seja tudo para honra e glória do nosso Senhor Jesus Cristo.

Por Alda Inácio






Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.