27 março 2013

O amor não existe mais

As pessoas andam a procura do amor, mas ele não existe mais. Difícil admitir isto. As pessoas casam por paixão e paixão é limitada, misturam a ela o interesse e este pequeno conjunto de sentimentos não suporta nada. Acontece como na propaganda que vemos na TV, onde diz "meu filho casou faz um mês e já vai se separar". Esta é a realidade atual, nua e crua. 

Um outro tipo de amor, o amor fraterno morreu também. Não existe mais. O que vive nas pessoas é o ego, o eu, mas elas não sabem disso. O ego se fere com meia dúzia de palavras e ficam uns sem entenderem os outros, sem se importarem com os outros. O ego impede que você veja do que o outro precisa para estender-lhe a mão quando ele precisa de no mínimo ser ouvido. Como você vai ouvir o outro se você não consegue ser ouvido? É um círculo este vai e vem do ego. Não é um problema do outro, é meu. Eu não consigo ser ouvida, portanto nem tenho tempo, nem motivos para ouvir o outro.

Ainda outro tipo de amor aquele que antes unia as famílias, o problema é o mesmo, os filhos como exemplo. O ego se instalou dentro das famílias. Só interessa que os pais deem apoio a eles, para que eles cresçam. Já notou isto? Se os pais sacrificam tudo o que nem podiam em prol de dar aos filhos, estes crescem e lembram disto? E isto importa? A união da família importa? Não olhe para mim. Olhe para você, pois eu sou um membro dela, da família, e ela acaba sendo uma cadeia em torno de mim. Se o ego se instala e você resolve cuidar de você mesmo, depois que já deu o sangue pela família, cuidado. Você passa a ser a ovelha negra. Sem amor no seio da família um não pode entender do que o outro precisa. E quem não compreende não sou eu, é sempre o outro. Eu, o eu do ego, jamais reconheço meu erro, pois eu espero só amor, receber sem compromisso de dar.

O amor não existe mais e Jesus veio, pregou o amor. Dar a outra face, amar ao próximo como a si mesmo e foi mais além, amar até os nossos inimigos. Isto virou demagogia, portanto é o tema central em todos os sermões. Jesus veio dar amor, sacrificar-se por nós , mostrar o que Deus é capaz para mostrar o caminho da salvação. Mas, o amor não está no coração das pessoas. O amor não existe mais e por isto caminhamos no meio de tanta violência, tantas doenças da alma. O irmão está doente espiritual e não sabe, pois nele habita qualquer sentimento menos amor. É preciso dar um passo atrás para olhar a humanidade e entender isto. Busque a bondade e a humildade, o amor está em torno destas duas qualidades em extinção no ser humano. Procure ver nas pessoas se elas têm estas duas qualidades, se for achado nelas a bondade e a humildade esta pessoa tem amor e sabe amar.

Que Jesus abençoe.

Por Alda Inácio
Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.