04 setembro 2013

Felicidade é servir um Deus vivo

Você já parou para pensar que existem deuses mortos e Deus vivo? Não? Então vamos pensar juntos, agora, com este pequeno Post. Veja comigo e me diga se estou errada. Comecemos por Buda. Não me diga que ele não é um deus, pois todo aquele que dita regras de comando para nossa vida é considerado um deus. Ele é um deus morto. 
Agora analise Mohammad, o qual copiou a Bíblia sagrada, transformou-a, a seu bel prazer, em Alcorão e morreu. Ele é um deus morto. Analise agora santo Antônio, Santa  Terezinha,  Jorge,  Nossa senhora de toda espécie... das dores, dos milagres, do perpétuo socorro, de Fátima, da Conceição e uma lista delas. Você dobra o joelho diante deles e são deuses mortos.
Agora analise Jesus Cristo, a promessa da sua vinda no Velho Testamento, leia Isaías 9:6,7 - Isaias  escrito 700 anos antes da vinda de Cristo, leia Salmo 22; Daniel 9:24-26. Então acontece o nascimento e Jesus passa 30 anos aprendendo a viver como homem, após isso reúne discípulos e durante 3 anos demonstra a todos que viveram na sua época que ele tinha poderes de Deus, sem ter em momento algum se exibido como Deus. Aí ele assusta e incomoda os governantes da época. Imagina só alguém que tem mais poder do que os governantes. Essa pessoa só podia ser perigosa e poderia ameaçar tomar o trono. Não esqueçamos que subir ao trono na época de Cristo era tarefa conquistada pela força, pelo poder. O mais poderoso derrubava o mais fraco e Jesus provava que tinha poder. Ele curava coxos, cegos, leprosos nas ruas. Jesus parecia ser um homem perigoso e mais cedo ou mais tarde tomaria o poder dos Césares locais. Sabemos que ele não veio para isso, mas os poderosos da época temeram isso.
Era preciso desaparecer com ele. E foi o que fizeram. Mataram Jesus. Mas... aí entrou o mistério. No terceiro dia não se achou seu corpo no local onde haviam depositado-o morto. Ele apareceu a muitos para provar que não estava morto e diante de todos que ali se encontravam despediu-se e subiu aos céus VIVO.

Leia Atos capítulo 1 - relata a ascensão de Jesus com mais detalhes:
ATOS I -
  1. No primeiro livro relatei, ó Teófilo, todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar,
  2. até o dia em que foi recebido acima, depois de haver dado preceitos pelo Espírito Santo aos apóstolos que escolhera;
  3. aos quais ele também, depois de haver padecido, apresentou-se vivo, dando disto muitas provas, aparecendo-lhes por espaço de quarenta dias e falando das coisas concernentes ao reino de Deus.
  4. Reunido a eles, ordenou-lhes que não saíssem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa feita pelo Pai, a qual (disse ele) de mim ouvistes;
  5. pois João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo dentro de poucos dias.
  6. Eles estando reunidos outra vez, perguntaram-lhe: Senhor, é agora, porventura, que restabeleces o reino a Israel?
  7. Ele lhes respondeu: A vós não vos compete saber os tempos ou as épocas, que o Pai fixou pela sua própria autoridade;
  8. mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até as extremidades da terra.
  9. Tendo dito estas coisas, foi Jesus elevado à vista deles, e uma nuvem o recebeu e ocultou aos seus olhos.
  10. Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que dois varões com vestiduras brancas se puseram ao lado deles,
  11. e lhes perguntaram: Galileus, por que estais olhando para o céu? esse Jesus que dentre vós foi recebido no céu, assim virá do modo como o vistes ir para o céu.

Aí está a razão da felicidade que é servir um Deus vivo, o único Deus com história de vida eterna com promessa de vida eterna para nós. Todos os outros deuses são mortos e não servem para nada. Aliás, servem sim, servem para nos iludir no sentido de nos desviar da verdade.

Eu sirvo um Deus vivo.

Graça e paz amigos.

Por Alda Inácio
Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.