05 agosto 2014

Praticando a humildade

Este  é um tema complicado, delicado e a grande maioria das pessoas entre nós simplesmente o ignoram; não querem tocar neste assunto que em resumo soa aos nossos ouvidos, no meio evangélico,  como "que eu diminua para que Deus cresça". Existe canções evangélicas que falam disto, exemplo: "Diminua eu" -  
Eu não preciso ser reconhecido por ninguém, a minha glória é fazer com que conheçam a ti, e que diminua eu, pra que tu cresças, Senhor, Mais e mais.....
Nós na verdade não buscamos isto, cantamos, sim, cantamos, mas não buscamos isto. Quer exemplo? Se você é professor, se esforça pra ser o melhor, ou você é médico, se esforça pra ser o melhor, se você é um escritor, quer se o melhor....em todas as áreas queremos ser o melhor, não adianta negar.

No entanto, será que é nesse sentido que Deus fala conosco em João 3:28 a 31 - Vós mesmos sois testemunhas de que eu disse, não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele, a noiva pertence ao noivo, mas o amigo do noivo, que está presente e o ouve, alegra-se muito com a voz do noivo. Assim se completa esta minha alegria, é necessário que ele cresça e eu diminua. 

João afirma nesta parábola que ele não é o Cristo e convém que, ele João, diminua para que Cristo cresça.  Era necessário que assim fosse porque João foi enviado para preparar o Caminho para Jesus, no entanto, aplicando-se isto na nossa vida, fica a pergunta: então Deus não quer que nós sejamos  melhor em nada? A resposta é certa irmãos, Deus quer que sejamos  melhor em tudo que fazemos e não há contradição nesta afirmação. 
Então de que forma nós podemos e devemos diminuir para que Cristo cresça em nós? Não se surpreenda com a resposta, nós devemos diminuir praticando a humildade. Você pode ser um grande médico, um grande professor, um grande escritor, o maior do mundo e ao mesmo tempo ser uma pessoa humilde, sem exaltar-se diante de ninguém, sem querer ser melhor que ninguém, evitando as expressões "eu sou", substituindo-a pela expressão "Deus é", Deus fez em mim", "isto é de Deus e não de mim", "foi Deus quem fez isto para mim", "eu não sou nada, Deus é tudo em mim".
Na minha vida amigo leitor, esta prática ainda está longe de ser completa; eu sou uma estudante da Palavra de Deus, uma leitora apaixonada pela Palavra de Deus e tenho tentado aprender a humildade, tarefa bem difícil de ser assimilada. Creia que este tipo de aprendizagem é das mais difíceis. Temos que deixar o ego de lado e não é tarefa fácil. É necessário primeiramente se dispor a ser humilde e depois trilhar um longo caminho praticando, se diminuindo para que Cristo viva e cresça em nós.

Se alguém me olhar quem ele vê? Como demonstrar esta humildade? Você se prontifica a tentar? Como inciar um aprendizado? Vejamos o seguinte: 
O que ensinamos a nossos filhos para torná-los adultos educados nos mínimos detalhes? Ensinamos nossos filhos a dizer "obrigado". Se você quer iniciar uma prática da humildade acrescente a expressão "Deus abençoe" quando for dizer "obrigado" a alguém. Este é um bom começo.
Cada vez que alguém estender a mão para vos entregar algo, diga "obrigado, Deus te abençoe". Você vai me dizer "isto pode não revelar que eu sou uma pessoa humilde". Eu respondo "releia o título deste texto aqui". Você perceberá que isto é um aprendizado. Você começa praticando este gesto e vai descobrindo cada dia novas lições. É maravilhoso! Claro que não adianta você se encher de palavras humildes se não ler a Bíblia, orar constantemente, ter uma relação íntima com Deus e praticar o amor Cristão. Muitas pessoas leem a Bíblia, frequentam igrejas mas não querem e não sabem se diminuir para que Cristo cresça e muitas pessoas pregam a humildade completamente contrária à verdade, não admitindo um crente "importante demais". Por que? De um lado o que prega não consegue ver com clareza a aplicação de João 3:28 a 31, para ensinar ao cristão, do outro lado, o irmão "importante demais" não está praticando a humildade por não entender que seu ego revela superioridade. Deu pra entender a dificuldade?

Nós não precisamos nos tornarmos um coitadinho para que Cristo resplandeça em nós, basta praticarmos a humildade nos reconhecendo como pecadores, frágeis a ponto de precisarmos de Deus acima de tudo, mesmo sendo um grande médico, um grande escritor, um grande professor. Se assim o fizermos o Espírito resplandecerá em nós e os dons do Espírito abundarão em nossas vidas. Tente praticar como eu coloquei nesta pequena reflexão, depois me conte a diferença que ocorrerá em sua vida.

Paz no Senhor Jesus.

Por Alda Inacio


Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.