02 setembro 2015

Reflexão sobre o sonho de Deus

Hoje eu acordei 5 horas da manhã, normalmente acordo 8 e trinta, e hoje especialmente tenho uma vontade grande de fazer a obra. Sinto o clamor da cidade aguardando receber o livrinho O sonho de Deus que eu escrevi. Para quem ainda não leu (está aí no blog para ler) quero dizer que ele contém um resumo singelo da Bíblia em 10 páginas. E posso garantir que eu aprendi muito sobre o nosso Deus, o criador, escrevendo este livreto.

Uma das coisas que me faz amar muito este Deus é pensar que Ele, estando fora da linha temporal, Ele vive na eternidade que é atemporal, criou o Plano da Salvação na linha temporal e teve e tem que esperar o tempo dos homens para concluir seu sonho. Você já parou para pensar nisto? Você pode imaginar Deus fazendo leituras do andamento da situação, na sua eternidade, vendo a lentidão de como nós nos agimos, dia após dia, e o andamento lento da história dos homens se desenrolando e Deus na sua eterna paciência esperando pelas nossas pequenas ações dia após dia?

Eu penso muito nisto e lembro que a gente houve muito nas pregações sobre os pedidos de bênção em nossas vidas acontecerem no tempo de Deus. Para este Deus amoroso e cuidadoso realizar um ato em nossa vida acaba sendo altamente complexo, devido a própria lentidão das nossas ações. Nós pedimos a Deus algo, ele mexe tudo ao nosso redor para nos dar aquilo que nós pedimos e seria num estalar de dedos, pelo poder dele, se não esbarrasse na nossa morosidade. 

Pensa no que pedimos e queremos que seja "pra ontem" devido à nossa falta de paciência em esperar. Queremos pra ontem mas agimos no fazer a obra de Deus "pra quando der". Nós temos pressa em receber, mas não temos pressa em realizar a obra de Deus no hoje nosso de cada dia. Isto me entristece em pensar que eu queria que o livreto O sonho de Deus já estivesse nas mãos das pessoas todos os mil que foram rodados na gráfica e não estão. Hoje eu preparo mais 80, as vezes 70, coloco cada um dentro de um envelope, escrevo o envelope... É o que dá para fazer no tempo que posso dedicar à obra. E vai lenta a distribuição.

Então, quando eu penso a bondade deste Deus para comigo, para com o andar da humanidade, lento,  e Ele na sua infinita paciência, esperando nós decidirmos fazer a obra e olhando o sonho dele se realizando a passo de tartaruga e tão grandioso, e tão importante a finalização deste plano... e eu lentamente, e ele esperando pacientemente... meu coração se comprime em adoração. Eu amo este Deus de todo o meu coração, cada vez mais, 

Obrigado Senhor pela paciência que tens comigo.
Abençoe quem está lendo esta mensagem.


Por Alda Inácio

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.