27 agosto 2018

O voto do crente 2018

Está aí um assunto difícil de se falar, porém necessário, as eleições deste ano no Brasil. Estamos num momento de reflexão sobre quem seria o mais indicado candidato. Eu penso que devemos sim consultar o nosso Pai, devemos orar para que fique claro no nosso coração a pessoa que levará nosso voto, tanto para Presidente da República , como para Senador e deputados federais e estaduais, também para governador.

É neste momento que alguns entre nós divergem de opiniões sem que isto venha causar desavenças graves, como ocorre na vida secular. Desde já nas mídias sociais, as ofensas e trocas de farpas mostram em que situação se encontra cada pessoa. Umas dirigidas por falsas ideologias, outras se vestem de rancor, ódio e as propagandas quase sempre vêm misturadas com estes sentimentos anti-cristãos. 

Nada nos impede de mostrar nossa escolha abertamente e mesmo dialogar sobre política, desde que conservemos o nível aprovado por Deus no Dom do  Espírito, onde o domínio próprio nos impede de sermos grosseiros, vulgares, impetuosos, ofensivos e um detalhe importante é estarmos livres de ideologias. Estas são fundamentadas em rancores passados, rancores partidaristas e carregam muita inversão de valores. Atenção que a inversão de valores vem nitidamente nos Fakes News minados na internet e também nas mídias televisivas.

O bom cristão deve saber jogar fora estes sentimentos mundanos e analisar um candidato na paz, na oração e Deus, com certeza, deixará o nosso coração aberto para a escolha e muitas vezes Deus vai silenciar, não se manifestará. Neste caso, ele está dizendo "a escolha é sua, faça como achar melhor". porque nem sempre Deus ditará para nós o candidato ganhador. Pelo contrário, o perdedor no qual votamos pode nos trazer um aprendizado bem interessante quando formos analisar porque ele não ganhou. Com certeza vamos compreender algo novo que nos fará crescer e da próxima vez saberemos escolher melhor.

Uma coisa é certa: jamais um cristão verdadeiro votará em candidato por  ideologia, ou candidato com caráter duvidoso. Se bem que, na situação atual do Brasil estamos com certa dificuldade em escolher um bom candidato por consenso. O melhor é orar e deixar o coração falar com muita calma e paz vinda por meio do Santo Espírito de Deus.

Então, que a paz habite entre nós e saibamos escolher o melhor para o Brasil.
Senhor sara nossa terra.

Por Alda Inacio

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre!