13 janeiro 2011

Moradia em área de risco é regra no Brasil

Esta frase "Moradia em área de risco é regra no Brasil" saiu das altas esferas do Planalto, e se espalhou pela mídia nacional como uma corriqueira frase de constatação  banal, tão banal como foram banais as quase 500 mortes destes coitados, pobres e desvalidos habitantes nas áreas de risco no Rio de Janeiro. Começa aqui o jogo do desaforismo. O jogo de palavras sem reflexão, sem coerência e sem lógica vinda de Brasília.

Só não é regra no Brasil a falta de vergonha vinda dos políticos. Aliás também é regra no Brasil 60% de aumento nos salários destes mesmos políticos que são pagos do bolso do trabalhador para cuidar do povo.

Pobre gente morrendo soterrados pela avalanche, famílias inteiras ceifadas da face da terra, pagando pelo crime de não ter condições financeiras para morar em áreas nobres. E quem tem culpa disto? Os políticos, tanto na esfera municipal, estadual e federal. Dinheiro tem. Dinheiro foi enviado, segundo denúncias que rolaram hoje nos jornais e as áreas de risco não receberam nem 30% do dinheiro destinado a conter estas calamidades desde o ano passado.

O Brasil continua o mesmo, mas o que importa agora? Nem em ano de eleição estamos. Se estivéssemos em ano de eleições os políticos pintariam estes quadros com tintas coloridas e mais de 50% da população acreditaria. Não tem miséria no Brasil. O dinheiro do Brasil é bem empregado. Os políticos todos são maravilhosos. Ninguém morreu nestas avalanches. Ninguém tem morrido nas filas dos hospitais. A saúde no Brasil é nota 10 e tudo vai às mil maravilhas.

Me engana que eu gosto.

Alda Inacio (solidariamente chocada com as tragédias acontecidas no Rio)

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.