23 abril 2020

Devemos crer ou temer os Illuminatis?

Sempre que algo mexe com o mundo, algo grande, guerras, catástrofes como a que estamos vivendo atualmente, ressurge a palavra Illuminatis, um poder que comanda intencionalmente estas catástrofes. Quem são e de onde surgiu esta expressão? Foi lá pelos anos 1776 na Europa. Grupos de pessoas tentaram dar início a uma organização com este nome. Reuniam-se em grupos com a intenção de debater assuntos vários, como a oposição ao obscurantismo, oposição ao poder do estado e para opor-se à superstição que dominava as mentes na época. Não foram para a frente esses grupos, mas deixaram impressões que se deslocam através do tempo até os dias de hoje.

Juntaram a esta nome conceitos sobre globalização, formando muitas teorias da conspiração que levam pessoas a temer o que tem por trás do nome Illuminatis. A maçonaria está ligada às teorias Illuminatis. Corre conceitos de que os tais formarão um governo mundial e nesse ponto vou fazer um break, vejamos. Se você analisar a Bíblia verá a ação da Besta, em Apocalipse, governo de Satanás, fazendo uma relação correta destes pensamentos Illuminatis e o desejo de Satanás na terra, veremos que é a mesma coisa, só mudou o nome.

O final dos tempos é certo que terá um governo global, mas achar nomes rocambolescos para descrever o que vai ocorrer no futuro é  descaracterizar a Bíblia. Sabemos que Satanás fará um domínio mundial para poder marcar os adeptos dele. Haverá com certeza uma fragilidade na população mundial e "alguém" se salientará como dominante do mundo sob o Espírito de Satã. Se esse será um governo Illuminati obviamente serão pessoas comandadas por Satanás. O nome que vai ser dado para o poder das trevas na época pouco importa. Sabemos que ele age no mundo e não é de hoje e assim será até que consiga tomar o poder e comandar todos que se deixarem dominar por ele.

O verdadeiro cristão não se abala diante de nomes ou sistemas de governos que não seja o Governo de Jesus Cristo. Somos dele e não aderimos a nenhuma globalização que possa vir a existir. Portanto, sem temer e sem nos misturar, olhamos estes movimentos diabólicos de longe e confiamos em Deus acima de tudo, sem paixões, agimos normalmente. Nossa paixão e  coração é do Senhor Jesus e para ele e com ele será a honra e a glória, para todo sempre, amém.

Por 
Alda Inácio

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre!