31 dezembro 2020

As ações dos justos

 Olá amigos, paz do Senhor!

Tenho pensado nesta palavra "justos" e tentado aplicar a cada lembrança de pessoas que passaram pela minha vida e também aplicar às minha próprias atitudes para poder entender a profundidade desta palavra. Sabemos que só Deus é justo, nele não há pecado. Ele age pelo bem e para o bem de todos. E nós fomos justificados pelo sangue de Jesus na cruz, portanto somos chamados justos. Mas aí vem um questionamento: será que os escolhidos de Deus praticam a justiça?

Quando olho para mim mesma e vejo algo de muito ruim que eu mesma pratiquei me questiono e me policio, porém, está escrito que nenhum de nós somos puros. Somos todos pecadores, portanto, passíveis de cometermos pecado. Então como interpretar esta questão? Somo justos hoje e injustos amanhã? 

Nos Salmo 37 versículos 23 e 24 tem uma explicação maravilhosa sobre o que Deus faz quando se agrada de nós, (como foi com David) ele nos levanta quando caímos, leia:

O Senhor firma os passos de um homem, ainda que tropece, 

não cairá, pois o Senhor o toma pela mão quando a conduta deste o agrada.

Isto colocaria um inocente desconhecedor da Palavra em xeque, mas, sabemos que Deus se agrada dos salvos, aqueles que aceitaram Jesus como único salvador. E a aceitação de Deus para com os salvos e justificados na cruz não faz com que Deus tolere o pecado cometido pelos salvos. Então como ficamos diante de Deus quando praticamos o pecado, sendo salvos? 

Analise amigo: como é o comportamento de um justo diante do seu próprio pecado? É de arrependimento. É de pedido de perdão imediato a Deus. Não estamos livres de cair, certo é que devemos fugir do pecado. Deus se agrada de quem pede perdão.  Ele sabe se você caiu sem querer, ou se você premeditou o pecado, teve prazer nele e não se arrependeu. É esse  conjunto de fatores que Deus vê, se agrada e nos dá a mão para levantarmos.

A minha posição diante do pecado que alguém cometeu contra mim é sempre desculpar, perdoar esta pessoa diante de Deus. Eu considero com muita segurança os atributos de Deus da 'Onipresença, Onisciência e Onipotência".  Deus vê hoje o amanhã. Deus pode estar em todo lugar e ver tudo que fazemos. Ele vê o pecado cometido hoje e não considera, porque ele vê lá na frente que a pessoa se arrependeu. Então alguém comete um pecado contra mim, como eu me posiciono? Já ocorreu isso muitas vezes em minha vida. A minha posição diante desta pessoa é de espera e esperança. Jamais de condenação. Lá na frente a pessoa pode se arrepender, pedir perdão a Deus e se limpar. Então, quem sou eu para condenar alguém? A palavra diz que seremos julgados da maneira como julgamos os outros. 

Em se tratando de um convertido, salvo e justo, temos que ter cuidado ao olhar para seus erros. Temos que pensar: como será que Deus viu aquele erro? Considerar que por um erro alguém vá perder a salvação é cometer erro em cima de erro. Deus não tolera o pecado, mas Deus nos ensinou a pedir perdão. Ele conhece a sinceridade do nosso coração. A falta do pedido de perdão sim, pode significar que a pessoa nunca esteve salva. Mas, nós não sabemos. Só Deus conhece os salvos.

Para finalizar resumo como age um justo:

- Pecou, peça perdão.

- Fuja do pecado sempre.

- Não julgue o pecado de alguém.

- Lembre-se que ser justo é praticar a justiça.


Salmos 31:11

Alegrem-se no Senhor, vocês que são justos! 

Cantem de alegria, todos vocês que são retos de coração! 

Feliz Ano Novo a todos.

Por Alda Inácio

Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre!