13 maio 2022

Reexplicando a Trindade divina

 Olá amigo(a), seja bem-vindo(a)

Tenho assistido debates e lido textos de crentes que não acreditam na Trindade e se alongam repetindo que existe o Deus pai, O Espírito Santo descido à terra em Pentecostes e Jesus Cristo, que veio ao mundo em carne e osso. Apesar de reconhecerem essas três figuras não as aceitam como Trindade pertencentes a um só Deus.

Afirmando que a Trindade não existe e que as três pessoas:

- São seres independentes?

- Não são seres independentes?

Se consideramos que esses três seres existem como seres independentes e não são parte de Deus, então, Jesus Cristo não é Deus e como explicar o Espírito Santo que estava nele e que, para enviar esse Espírito aos homens, Jesus precisava partir, voltar para o céu? E sendo Jesus o Salvador, o Alfa e o Ômega, o Verbo, quem é ele senão o pròprio Deus em carne e osso?

E ainda, se Jesus não é Deus e precisamos dele para nos salvar, nesse caso há uma confusão de identidades divinas no conceito dessas pessoas que não aceitam a Trindade. 

Para entender a Trindade eu sugiro que você reveja a necessidade que Deus tinha de nos enviar Jesus e de nos enviar o Espírito Santo. Deus fez sair de dentro dele esse Jesus que Maria gerou e que trazia em si o  Espírito Santo. Deus é um só, mas precisou se transformar em mais dois para executar o plano de Salvação. 

Jesus veio cumprir a promessa e se deixar matar para que a mensagem da cruz fosse uma mensagem viva e conduzisse à Salvação além dos muros do povo judeu. Antes de Jesus, o povo de Deus era o povo judeu. Deus veio abrir o leque, levar a palavra aos 4 cantos do mundo para que todos os seres humanos tivessem oportunidade de conhecer Jesus e por meio dele obter vida eterna.

O Espírito Santo é parte fundamental do plano de Salvação, porque sem ele nós, por nós mesmos, não teríamos forças para perseverar até o fim e alcançar a Salvação. Antes disso, não teríamos força para sequer reconhecer nossos pecados, pedir perdão deles e assim receber a Salvação.

A prova de que Deus é um só está no versículo 28 de I Coríntios 15

 - E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.

O versículo acima completa a verdade da Trindade e deixa claro que Deus será novamente único. Não será mais necessário o Espírito Santo e Jesus terá cumprido seu papel como Deus Salvador, então ele se reunirá ao Pai para que somente Deus único governe pela eternidade.

Irmãos, amigos, é maravilhoso estudar as coisas de Deus.

Seja firme no caminho da cruz.

Que Deus abençoes a todos.

Por Alda Inácio.


Nenhum comentário:

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre!