02 março 2008

Morre o querido radialista Haroldo de Andrade


Hoje eu dedicarei este post ao radalista Harold de Andrade que faleceu às 16h20 deste sábado (primeiro de março), no Hospital Pró-Cardíaco, na Zona Sul do Rio.

Este radialista marcou os anos mais difíceis da minha vida, os 19 anos que eu residi no Estado de São Paulo. Seu programa eu escutava diariamente enquanto me ocupava do meu filho André que é autista. Quantas vezes eu chorei com as história enviadas por ouvintes e narradas na rádio. Na época eu nem sabia se o programa era do Rio ou de São Paulo. Eu ligava o rádio e Haroldo estava lá. Ele morreu aos 73 anos, depois de ficar internado no hospital por complicações do diabetes.

Deixo aqui registrada a minha tristeza, meu suspiro por ele e um agradecimento: "muito obrigada Haroldo, por dar-me um pouco de coragem via ondas do rádio, numa época em que a vida não tinha cor para mim; você colocava uma rosa a cada dia e com o tempo eu organizei um grande jardim e soube aceitar a doença do meu filho e outras dificuldades pelas quais passei. Sua presença em minha vida não foi de um dia, foram 19 anos. Muito obrigada, descansa em paz".

Por Alda Inaio

Que Deus acompanhe você em tudo que fizer. Volte sempre.